Evo Morales calienta el invierno bonarense con gas boliviano

Publicado en por Ivonne Leites. - Atea y sublevada.

 

Ministro De Vido: Está garantizado el gas para el invierno

 
Unos 30 millones de metros cúbicos diarios se importarán desde Bolivia.
28/04/2011 12:37 | Agencia DyN

El ministro de Planificación Federal, Julio De Vido, ratificó hoy que “está totalmente garantizado el abastecimiento de gas para afrontar el habitual aumento de la demanda que se produce durante los meses de otoño e invierno”.
Al respecto, estimó en aproximadamente 30 millones de metros cúbicos diarios el gas que se importará desde Bolivia y vía barcos de gas natural licuado, los que se sumarán a unos 110 millones de metros cúbicos diarios de producción local.
El ministro formuló estas declaraciones durante una recorrida de las obras de construcción de la planta potabilizadora Juan Manuel de Rosas, que la estatal Aguas y Saneamiento de Argentina (AYSA) está construyendo en la zona de Escobar, para incrementar el abastecimiento al norte del conurbano bonaerense.

.

.

Bolívia comemora descoberta de gás na Argentina e descarta redução das exportações para o país

23 23UTC novembro 23UTC 2010

 
 
EFE
23/11/2010

Bolívia comemora gás argentino e descarta crise no abastecimento para o país

La Paz, 25 nov (EFE).- O ministro de Energia boliviano, Luis Fernando Vincenti, declarou nesta quinta-feira que está feliz com a descoberta de uma grande reserva de gás natural não convencional na Argentina, e descartou riscos de crise na vendas do combustível boliviano para o mercado argentino.

“Estamos felizes que a Argentina retome o caminho da prospecção, que avançou sua segurança energética, mas hoje não existe nenhuma possibilidade de substituir o gás boliviano”, declarou Vincenti, citado pela agência estadual “ABI”.

“Ao tratar-se de gás não convencional, os custos de exploração e a complexidade tornam o produto não competitivo frente ao boliviano por pelo menos dez anos”, argumentou.

Vincenti explicou que o gás não convencional exige uma tecnologia nova com altos custos, que só está em execução nos Estados Unidos.

A Argentina anunciou a descoberta na terça-feira junto com os 46 projetos para a exploração das jazidas.

As vendas de gás boliviano para o Brasil e para a Argentina cresceram 12,8 % nos primeiros três semestres do ano, em comparação ao mesmo período de 2009, e atingiram 31,7 milhões de metros cúbicos por dia, conforme a empresa estatal Yacimientos Petrolíferos Fiscales Bolivianos (YPFB, da sigla em espanhol).

A Bolívia visa aumentar os envios à Argentina para 10 milhões de metros cúbicos diários a médio prazo e depois até 27,7 milhões de metros cúbicos diários, após construção de um gasoduto binacional previsto para ser assinado até o fim do ano.

 http://br.noticias.yahoo.com/s/25112010/40/economia-bolivia-comemora-gas-argentino-descarta.html  

-

Comentar este post

Facundo 04/29/2011 22:00



Esto es una verguenza !!! Un país como Argentina que tengan que importar gas no se puede creer, para colmo parece que el chanta de De Vido lo dice orgulloso.


En los 90 los K en Santa Cruz, junto con Menem, vendieron YPF, y ahora importan gas...